quinta-feira, outubro 26, 2006

Nada se perde

«E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente. Apenas nos iludimos, julgando ser donos das coisas, dos instantes e dos outros. Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram, todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo podia ser meu para sempre.»

Excerto do livro de pequenas crónicas "Não te deixarei morrer, David Crockett" de Miguel Sousa Tavares

Dá que pensar, não dá?

2 Comments:

Anonymous béu said...

pois dá.

se bem que eu gosto mais do senhor Pessoa.
tem mais genica ele xD.

beijinho *

7:11 da tarde  
Blogger Pedro Lopes said...

Dá muito que pensar...

Mas mais importante que pensar, é viver!

10:36 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home